Diário

Presidente Obama e a legalização de emigrantes clandestinos.

Foi com agrado que soubemos deste discurso em Las Vegas acerca da legalização de emigrantes ilegais. Vão ser onze milhões pelo menos. — Abrir Link

Esperemos que neste segundo mandato e sem a necessidade das neutralidades que concorrem para uma reeleição, este Sr. presidente Barack Obama, faça uma presidência de acordo com os seus valores morais e humanistas.
Esta promessa não cumprida no primeiro mandato começa agora a dar indícios de ser para cumprir ligeiramente atrasada, ainda assim é melhor que atrasar ainda mais, agrada-nos a ideia de ser no início do mandato que pega neste tema, pois as energias dele e a aceitação dos americanos estão em alta sem o desgaste de qualquer mandato.
Esta é uma atitude muito mas muito acertada no nosso entender, já que não podemos concordar com a falta de humanidade de algumas leis de emigração, inclusivamente as da europa.
Deixa-nos desolados a situação de aproveitamento dos passadores na América e na Africa, para pseudo-ajudar os candidatos a emigrantes clandestinos que não têm o mínimo de condições de vida nos seus países de origem.
Nos EUA e na UE estraga-se em comida que dava para alimentar todos os que morrem a tentar chegar a um país onde possam comer e tentar ganhar alguma coisa para mandar para os seus países e assim alimentar os seus.
Sujeita-se esta gente aos mais radicais sofrimentos para terem um trabalho que lhes permita ganhar o mínimo e a ilegalidade nos países de acolhimento por vezes sujeita-os aos mais diversos atropelos da condição humana. Quase condenados a escravatura da era moderna.
Só há uma forma de evitar isso, legalizar toda a gente e depois controlar as chegadas e aligeirar os processos de legalização. Pois no nosso entender, ninguém deixa de emigrar se a isso estiver obrigado, perante tal constatação resta aos países de acolhimento escolher entre querer que essa gente pague impostos ou não. E também escolher se quer atentados aos direitos humanos ou não dentro das suas fronteiras.
Por tudo o que acabei de escrever só posso congratular-me com esta posição de um presidente em quem sempre acreditei. Espero que continue com as reformas humanistas e com a atitude de proteção aos mais desfavorecidos.

Esperemos que o mandato corra dentro do que se espera e que todas estas reformas possam ser terminadas. Bem-haja esta atitude de grande dimensão humana deste grande homem.

Standard

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *