Diário

As verdades mutantes do nosso governo.

Quem se não lembra já da frase, nem mais tempo nem mais dinheiro? Para esses digo que era o slogan de Passos Coelho e do gnomo Gaspar, no primeiro semestre da sua governação e mesmo durante o ano seguinte de 2012.
Pois veja-se agora que a realidade se encarrega de fazer desta gente que governa um bando de mentirosos além de muitíssimo incompetentes. Apregoaram uma superioridade técnica e de moral, falando de que quem apontava outros caminhos como fossem adeptos do não pagar, coisa aliás que mais não era que outra refinada mentira.
Ver notícia Renascença
Tomaram sempre as decisões erradas, antes era além da Troika, depois era nem mais tempo nem mais dinheiro, agora o mais tempo já tem absoluta justificação na conjuntura externa, quando vier o segundo resgate, também ele será pela conjuntura externa. Só o diabólico Sócrates era o único e exclusivo culpado nunca sendo aceite a teoria de que a conjuntura externa contava já na altura.
O que julgará esta gente? Que os portugueses são todos tolos? Que conseguem enganar toda a gente e por muito tempo? Que a múmia de Belém os suportará eternamente? Que nos sujeitaremos a esta infame e vil governação sem fazer nada?
Desenganai-vos bando de idiotas da política e da governação, pois mais dia, menos dia, todos estes energúmenos terão a devida resposta dos eleitores, atribuindo aos partidos desta horrenda coligação a derrota humilhante que merecerão, embora esse facto não seja nunca compensação para o mal que estão a fazer a todo um país. Nunca estivemos tão próximos da idade média em termos sociais como hoje desde a implantação da república. Digo-o de forma metafórica, visto que todos sabem que hoje as condições materiais e as disponibilidades tecnológicas nos afastam em termos práticos dessa negra época da humanidade. Digo horrenda não por ser composta pelos partidos que a suportam, contra os quais nada tenho, mas por ter comportamentos de xerife de Nottingham, tirar aos pobres para dar aos ricos.
Encontraremos nós, dentro do nosso espetro político um qualquer Robim dos Bosques que ponha esta gentinha no seu sítio? A encontrar e sendo essa descoberta legítima e democrática, ele só pode militar num dos partidos da esquerda mais radical, CDU ou BE. Pois encontrá-lo-emos de outra forma qualquer se nos atrasar-mos a resolver a questão da justiça social, ou a formos mesmo agravando como estes ignóbeis e incompetentes governantes têm feito.
Não poderemos esquecer a múmia de Belém, que deveria ter uma postura atuante e firme perante a atual situação dos seus concidadãos que cada dia vêem a sua condição a piorar, com a sua capacidade de trabalhar e ganhar o pão de cada dia dignamente, a ser posta em causa pela criminosa forma de gerir os destinos do país levada a efeito por este idiota governo.
Cairemos na desgraça total se não arrepiar-mos caminho rapidamente. Cada dia a mais na governação, deste bando de idiotas, mais nos afundaremos numa crise sem precedentes. Eles são dos que acreditam que as desigualdades são coisa potenciadora e criativa. Teoria verdadeiramente coerente com um fascismo agravado pelo ultraliberalismo da treta.
O QUE SERÁ NECESSÁRIO PARA IR PARA A RUA FAZER TANTO BARULHO QUE ESTE ULTRALIBERAL GOVERNO TENHA DE SAIR DE VEZ DO POLEIRO DOURADO DA GOVERNAÇÃO.
ESTE PESSOAL QUE NOS GOVERNA, JUSTIFICA NA PERFEIÇÃO O LETRA DA CANÇÃO DOS GAITEIROS DE LISBOA, “AVIS RARAS”. VALE A PENA OUVIR.
“AS AVES DE RAPINA, CADA VEZ TÊM MAIS SAUDE.”
27-05-2013
Dinis Jesus

Standard

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *