Diário

O mau gosto ou burrice do senhor Rudolfo, assessor de Passos Coelho.

Hoje tivemos a infelicidade de ser surpreendidos com uma notícia que nos deixa muito assustados.
http://expresso.sapo.pt/assessor-de-passos-simula-carta-de-lagarde-a-seguro=f790430
E deixa-nos assustados, porque este senhor é assessor para a área económica do senhor primeiro-ministro, se fosse o coveiro da minha freguesia, até teria a sua piada, mas certos senhores, com cargos de responsabilidade, não se podem dar a estas diarreias mentais.
Deixo o link para a página do ilustre senhor, com nome de uma das renas do pai natal, o post é de terça-feira passada. Terá só o nome ou também a mentalidade e inteligência do bicho?
https://www.facebook.com/antonioseguro#!/rudolfo.rebelo?fref=ts
Isto ou é claramente assumido como uma palhaçada, por parte de quem perde tempo e escreve no facebook na hora de trabalho, pago com dinheiro dos contribuintes portugueses, venha ele da troika ou não. Ou então é grave se este senhor acha que isto é sério, importante e que configura parte do seu trabalho, volto a referir, que nós pagamos.
Isto não é sério, não é atitude de quem está na política, na coisa pública, com dedicação e rigor. Mais não é que uma brincadeira de mau gosto de alguém que se entretêm a fazer brincadeirinhas de fingir política. Demonstra mesmo o tipo de pessoas que nos governa e quem escolhe para diligentes ajudantes.
Isto tirando o escorreito português, é digno de comentário de tasca ou está ao nível da conversa das prostitutas de mais baixa formação, quando discutem a forma do serviço de cada uma ou o local de trabalho ou ainda o preço que cobram aos clientes. Espero que esta comparação não ofenda as senhoras, por as comparar a tão baixo nível de dignidade. Não pode assim, nem deve, ser motivo de atenção de ninguém com responsabilidades públicas.
Estes senhores brincam com o nosso dinheiro, não nos prestam atenção e demonstram uma atitude de sobranceria em relação aos seus concidadãos, pois isto até pode parecer interessante, ou mesmo verdade a alguns dos seus papalvos amigos, vejam-se os comentários do post, mas demonstra uma atitude quase nojenta de alguém que deveria estar seriamente na política.
Espero que o António Jose Seguro, nem sequer caia na tentação de responder a isto, pois atribuiria a este senhor um estatuto que ele de todo não tem. É tolo e nem sequer o tenta disfarçar.
Pois deveria ler melhor o que escreve a senhora Lagarde, nos discursos oficiais, quando admite que aquilo que estudaram e contrataram no malfadado memorando, está desequilibrado, causa muito mais recessão que as previsões iniciais e que deverá a austeridade ser aliviada e acompanhada por medidas de estímulo ao crescimento.
Todos os portugueses querem pagar, imagino eu, pois somos um povo de gente, maioritariamente séria, depois temos uns quantos relvas e outros nomes com ligações ao BPN e outras, que não serão assim tão sérios, temos ainda uns quantos assessores que se são sérios e dignos o escondem muito bem e se dão ao luxo de palhaçadas inqualificáveis.
Penso que o Seguro também quer pagar, e sempre o disse, mas com mais tempo e melhores condições. Certamente isso terá agarrado um outro plano de resgate, plano esse que será o menos mau do que nos pode acontecer, poderemos nós ir aos mercados e sujeitar-se aos caprichos dos especuladores com a nossa economia no estado em que está? Resposta: NÃO. Em 2014, estaremos pior que hoje em todos os indicadores, divida, desemprego, PIB, exportações, e o deficit, sem receitas extraordinárias ou privatizações será o que Deus quiser, mas nunca o acordado.
ESTES SENHORES NÃO SÃO SÉRIOS E MENTEM A TODA A HORA, TENTAM PARECER UMA COISA QUE DE TODO NÃO SÃO, HONESTOS E SABEDORES.
PODEMOS E DEVEMOS RENEGOCIAR, MONTANTES A PAGAR, JUROS E CONDIÇÕES DE PRAZO, NO QUE RESPEITA À NOSSA DÍVIDA, SOB PENA DE ELA NOS ENGOLIR E NUNCA SERMOS CAPAZES DE A FAZER BAIXAR, VEJA-SE O PASSADO RECENTE (2011-2012), SEMPRE A AUMENTAR.
SERÁ À GREGA, POIS BEM, ANTES À GREGA QUE ALÉM DA TROIKA, COMO ESTA CAMBADA DE MISERAVEIS GOVERNANTES E BACOCOS ASSESSORES, EMPOBRECENDO E MAL DISTRIBUINDO AS DIFICULDADES ENTRE OS SEUS CONCIDADÃOS.

Standard

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *