Poesia

Sonhar-te

É a sorte de mirar-te,
Pensar em alcançar-te,
O lutar de cortejar-te,
Doce é conquistar-te,
E belo o namorar-te,
No prazer total de amar-te.

É turbilhão de sentimentos,
Todos bem violentos,
Em seus deslumbramentos,
Com idílicos encantamentos,
Nos etéreos cruzamentos,
São celestiais nossos momentos.

É agora desejar-te,
Avidamente beijar-te,
Sabidamente acariciar-te,
Intensamente penetrar-te,
Com sensações inebriar-te,
De espásticos orgasmos inundar-te.

És um sonho de mulher, és só o sonho de sonhar-te…
Sonhar-te,
sonhar-te loucamente,
num total sem norte,
em obsessivo sonho indecente…

Standard

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *