Diário

João Cesar das Neves e uma certa conversa da treta de certos palradores.

Depois de ver vários comentários nas redes sociais e ter escutado partes da entrevista do João Cesar das Neves, apeteceu-me dizer umas coisas a este senhor…..
Aqui fica a ENTREVISTA NA TSF para poderem ouvir o tom do senhor e a objetividade do que diz…Alem de algumas bacoradas dignas de qualquer pastor de seita….
Resolveu dissertar sobre três eixos da vida nacional, em boa verdade disse umas coisas, mas verdadeiramente ninguém conseguirá retirar desta entrevista nada de significativo, o homem não tem nela um único raciocínio com princípio meio e fim…… Para usar uma frase muito conhecida dantes, digo: “Ele fala, fala, fala, mas não diz nada” adaptando da publicidade com o Ricardo Araújo Pereira.
Demos então a nossa opinião acerca dos que palrou esta ave rara da nossa exótica fauna de opinadores de pacotilha.
Primeira palração:
Fala o sujeito na primeira parte da entrevista do efeito demográfico no estado social e nas possibilidades deste tipo de distribuição, mas coisa rara, não diz um número, deita umas atoardas que não são mais que opiniões avulsas sem sequer terem uma matriz que se possa chamar linha de raciocínio…. Terá dado conta que ao dizer que todos defendemos o estado social está a dizer uma barbaridade do tamanho da sua falta de sensatez…. Alguns estão literalmente a lixar-se para os cidadãos mais desfavorecidos, ou preocupam-se apenas em os convencer a entregar o seu voto no dia das eleições.
É claro que o estado se estará a deteriorar, na sua capacidade de manter o que criou de expetativas e os contratos que assumiu com os contribuintes para o fisco e segurança social, mas até hoje mostrou-se sempre capaz de solver, com excedentes no caso das pensões e outros apoios sociais todos os seus compromissos….
Efetivamente, já deveríamos ter dado mais atenção ao assunto demográfico e promover o aumentar a população ativa para garantir a sustentabilidade do modelo constitucionalmente instituído….. Tal pode fazer-se aumentando a natalidade em valores capazes, isso faz-se dando esperança aos casais e capacidade económica, não baixando salários ou criando desemprego para não atemorizar os casais e não obrigar à emigração de jovens ativos. Faz-se de outra forma atraindo emigrantes depois de ter criado empregos suficientes…
Neste assunto apenas tentou justificar o homem que palra, dentro do modelo neoliberal reinante, os cortes promovidos pelo governo/troika.
Diz-se católico o homem, mas imagino que nem sabe muito bem o que isso é…. Usou o termo igualitarismo, propositadamente, para dar um ar negativo à distribuição da riqueza e ao apoio aos mais desfavorecidos. O que os mais inteligentes que ele querem, é igualdade, essa é tratar diferente o que é diferente….. Tão iluminada cabeça, não pode certamente entender o sentido do que atrás escrevemos, pois está de tal forma embebecido com o som da sua voz e o reflexo da sua patética figura no espelho, que se julga a última bolacha do pacote…. Coitado é apenas um idiota….
Segunda palração:
As corporações, a este assunto não vamos dar muita atenção, porque o sujeito não diz nada que não sejam verdades de La Palice… Aproveita para bater em alguns setores, nomeadamente professores, para servir a seu dono…. Mas não apresenta uma única solução para que a coisa seja corrigida…
Agora o supremo disparate nesta fase da entrevista, o artista diz que a maior parte dos que reclamam não são pobres, nomeadamente pensionistas….. Saberá o homem o que é um pobre, e a quantidade de dinheiro que será necessária para um agregado familiar viver com dignidade, quanto necessitará um pensionista solitário para viver???? Mas sempre lhe digo, usando os indicadores europeus para pobreza, teremos algo a rondar três milhões de pobres…. Quererá mais??
A suprema idiotice é dizer que aumentar o salário mínimo é uma ideia criminosa…. Bem sei que os liberais querem um mundo sem salários mínimos determinados ou tabelas salariais. Para quê? Podemos ver para quê se dermos um saltito à India ou outros países com assimetrias sociais que apenas deixámos de ter com a aplicação das politicas que esta gentinha quer excluir definindo-as como insustentáveis….
Diz também que a situação de toda a gente em pânico é uma coisa boa, porque estando assustadas as pessoas aceitam exigir menos. Depois continua a diarreia mental, dizendo que os cidadãos têm de olhar para de quem é o dinheiro que vai para a mão de quem reclama, uma tentativa de colocar os funcionários do privado contra os do público….
Mas pasme-se acha que vai ser a economia a resolver estas questões todas porque acha que em termos de associações e corporações nada nunca mudará….. Só um estupido acha que o cidadão é que serve a economia ou seja ela é o principio o meio e o fim da coisa. Pois a economia deveria ser neste modelo societário ocidental um instrumento para servir os cidadãos…. Mas este é apenas mais um dos erros de análise desta ilustre personagem, com tempo de antena…
Terceira palração:
Portugal não contexto de globalização, esta é a suprema esquizofrenia do animal palrador… Primeiro porque acha que a crise é uma coisa boa e potenciadora da transformação que segundo ele era absolutamente necessária….. Fala das fabulosas exportações sem dizer o que exportamos e a que preços exportamos e o que acontece às empresas exportadoras a toda a hora….. Exportamos refinados e ouro, como influenciadores significativos dos aumentos que se têm sentido nas exportações, mas o ouro não é das minas é da venda particular dos anéis e colares que as pessoas vendem para continuar a comer…
Viajei por alguns sítios do mundo, desde países desenvolvidos europeus até aos países pobres da África, passando por alguns intermédios na América-latina… Pois não é que todos querem o mesmo, aumentar as exportações…. Creio que começaremos todos no mundo a exportar para Marte, pois a Terra será pequena para tanto desejo de exportação…. Podemos lembrar que em tempos de outra senhora exportávamos comboios de coisas como sendo sucessos da capacidade portuguesa e excesso de produção… Serviu para equilibrar as contas públicas em duas décadas, mas também serviu para dar fome aos portugueses. A tal cristandade bacoca deste senhor mais uma vez fica visível na sua forma de ver as coisas…..
Numa coisa está correto o homenzinho, com estas políticas de austeridade, nunca se cumpriram os deficits…. Sem ausência de deficit, nunca diminuiremos a divida. De nada interessa ter deficit primário nulo ou ser excedentário se por via dos juros o deficit global continua a ser grande, continuando a aumentar a divida publica…. Só para que saiba o homem, se alguém cumpriu deficits foi um tal de Sócrates, entre 2005 e 2008, lembrar-se-á o fabuloso professor de economia desse facto???? E se calhar foi atirando dinheiro para cima da economia… Estranho exatamente ao contrário do que diz a alminha falante….
Admite também que agora não somos capazes de pagar porque usámos mal o dinheiro que veio da UE, nisso também terá razão e devia saber para quem serviu essa politica…. Para os mais eficientes, como define alguns dos que não perderam direitos.
Aborda a solidariedade na europa mas não fala que nunca neste contexto europeu nenhum país será capaz por si de mudar nada… Mas sabe que não nos deixarão cair, porque isso seria mau para todos…. Castigam, mas só até ao milímetro antes de cairmos.
Aproveitou também de forma medíocre, quando comparado com outras vozes, para pressionar o Tribunal Constitucional… Mas ninguém lhe liga, por isso sem problemas…
Fala do euro, e da não possibilidade de sair da moeda única, neste assunto mais uma vez defende a conversa do dono, só…..

POIS QUE SAIBA QUE A NÓS PREOCUPA A VIDA DOS CIDADÃOS E NÃO AS CONTAS, SAIBA QUE NÃO QUEREMOS UM PAÍS RICO A ABARROTAR DE POBRES.
DESDE QUE SE COMEÇOU A CORTAR A DIVIDA NÃO PAROU DE AUMENTAR NEM SE AFIGURA UMA INVERSÃO DA DINAMICA….
SAIBA POIS QUE OU A EUROPA MUDA DE ATITUDE E SE TORNA SOLIDÁRIA, ACHANDO QUE O DINHEIRO É EUROPEU, OU VAI CAIR COMO PROJETO IMEDIATAMENTE APÓS A QUEDA DO EURO….. ANTES DISSO VÂO TER DE NOS PERDOAR PARTE DA DIVIDA, COISA DESNECESSÁRIA HÁ TRES ANOS ATRÁS…..
DENTRO DE PORTAS NUNCA TIVEMOS POLITICAS SOCIAIS E ECONOMICAS TÃO ERRADAS, COMO AS DESTE GOVERNO E QUE TAL ILUMINADO PROFESSOR DEFENDE…
Dinis Jesus— 18-11-2013

Standard

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *