Diário, Poesia

Abril 25

Este dia de abril,
é mais um dia,
desses mais de quarenta.
Sim, já passaram
depois de descoberta
a bela liberdade.

Essa é hoje estranha,
não se nota,
ou se é, não aparenta.
Há um dizer mal amiúde,
mas não conta,
hoje, neste dia
manda a indignidade.

Standard

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *